clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

HERÓIS EM AÇÃO: MISS MARVEL

  


    Miss Marvel nem sempre foi Miss Marvel, nem sempre foi uma super-heroína. Nas suas primeiras aparições, ela era uma discreta personagem coadjuvante nas histórias do primeiro Capitão Marvel, uma chefe de segurança do Cabo Canaveral que fazia o triângulo amoroso com o heroi e a sua parceira kree, Una. Daí que só tenha tido direito a um título próprio em janeiro de 1977.

Criadores: Roy Thomas e Gene Colan
Primeira aparição: Marvel Super Heroes nº13 (março de 1968)
Licenciador: Marvel Comics
Identidade civil: Carol  Danvers
Origem: Boston, Massachusetts (EUA)
Família conhecida: Joseph Danvers (pai), Marie Danvers (mãe), Joseph Danvers, Jr. (irmão) e Steven   Danvers (irmão falecido)
Filiação: Vingadores, Starjammers, X-Men, Piratas Siderais, etc.
Base de Operações: móvel
Alter-egos: Binária, Warbird, Catherine Donovan
Poderes e habilidades: voo, força e resistência sobre-humanas, projeção e absorção de energia.

     Carol Danvers, então piloto da Força Aérea norte-americana, adquiriu os seus poderes ao ser salva da explosão de um maquinário kree (o psicomagnetron) pelo primeiro Capitão Marvel (Mar-Vell). Porém, a radiação da explosão atingiu o seu corpo ao nível celular. Carol tornou-se assim uma híbrida genética kree/humana (o ADN de Mar-Vell impregnou o ADN humano dela).  Em resultado disso, adquiriu superforça, poder de voo e um “sétimo sentido” (similar, porém mais poderoso que o “normal” sexto sentido).
     Iniciando uma carreira de heroína como Miss Marvel, ingressou nos Vingadores, teve um caso amoroso  com o filho do vilão Imortus (Marcus) e teve os poderes absorvidos pela Vampira, quando esta ainda era uma vilã. Na sequência da batalha travada com a mutante, a Miss Marvel perdeu também a sua memória. Aparentemente, a natureza insólita da sua conceção genética bloqueou-lhe os poderes, embora o seu ADN continuasse alterado.
     Parece haver, com efeito, um paralelismo entre a constante busca de identidade da Miss Marvel e a luta pela emancipação feminina que despontava na época da sua criação. Ainda assim, os seus poderes e uniforme original derivam do seu congénere masculino, o Capitão Marvel.
    Com a ajuda do Professor Xavier, mentor dos X-Men,  recuperou as suas lembranças e participou em aventuras do grupo. Numa delas  foi parar ao Império Shiar, onde todos foram contaminados pela Ninhada. No entanto, mais uma vez, ocorreu um facto inesperado: a incubação do embrião da Ninhada no seu corpo desbloqueou os poderes, que voltaram amplificados devido à exposição a um buraco branco, a estrela mais poderosa no quadrante Shiar e uma fonte inesgotável de poder cósmico. Esse evento  matou o embrião da Ninhada  e  transformou Carol quase  numa estrela humana. Nascia assim o seu novo alter-ego: Binária. Foi com esse codinome  que se juntou aos Piratas Siderais, comandados pelo Corsário, pai dos X-Men Ciclope e Destrutor.
     Binária permanaceu anos no espaço sideral até que reencontrou os Vingadores durante a Operação Tempestade Galáctica, durante a qual foi ferida.  Os seus poderes começavam a diminuir às escalas originais, talvez pela interferência do Sol. Carol contudo manteve algumas das suas habilidades meta-humanas e voltou com os Vingadores à Terra. Adotou então o codinome Warbird. A insegurança por já não possuir  os seus antigos poderes levaram-na ao alcoolismo e, novamente, deixou a equipa. Voltou algum tempo depois com a ajuda de Tony Stark  (o Homem de Ferro) também ele um ex-alcoólatra.
     Depois ter trabalhado para o governo dos EUA e para a SHIELD, a heroína regressou aos Vingadores pela mão de Tony Stark que a convenceu a liderar a renovada equipa. Entretanto, rumores recentes dão-na como morta.
      Além de Carol Danvers, outras duas mulheres assumiram já a identidade de Miss Marvel : Sharon Ventura e Karla Sofen (Moonstone).
      Fora das histórias aos quadradinhos, a Miss Marvel já fez várias aparições em séries animadas e em vídeojogos, em especial no Marvel: Ultimate Alliance 1 e 2.

O visual original de Miss Marvel.
Durante algum tempo, Carol Danvers foi Binária.

1 comentário:

  1. Quem me dera ter também um sétimo sentido... Iria dar muito jeitinho :)

    ResponderEliminar