clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

HERÓIS EM AÇÃO: X-MEN

  
     Em plena luta pelos direitos cívicos nos EUA e com a ameaça de uma guerra nuclear a pender sobre a Humanidade qual espada de Damocles, os X-Men refletem o espírito da sua época.
    Stan  Lee, cocriador do primeiro grupo de mutantes, nunca confirmou oficialmente mas é sabido que  as suas histórias foram inspiradas no livro de 1953 de Wilmar Shiras, “Children of the atom”, que apresentava o conceito de uma escola com jovens mutantes temidos pela humanidade. Daí que a expressão "Filhos do Átomo" esteja ligada aos X-Men desde os seus primórdios.
     O conceito de mutante era, todavia, à época desconhecido do público em geral, pelo Lee desistiu da ideia de batizar a equipa de "Os Mutantes", escolhendo antes "X-Men".
Criadores: Stan Lee e Jack Kirby
Primeira aparição: X-Men nº1 (1963)
Licencidador: Marvel Comics

    Criados com o objetivo de seguir a linha do Quarteto Fantástico, cuja trajetória bem sucedida vinha desde 1961, os X-Men eram originalmente compostos por cinco jovens mutantes dotados de assombrosas habilidades que usavam para combater o Mal nas suas múltiplas formas. Assim, Scott Summers, Jean Grey, Henry McCoy, Robert Drake e Warren Worthington III eram, respetivamente, Ciclope (Cyclops), Garota Marvel (Marvel Girl), Fera (Beast), Homem de Gelo (Ice Man) e Anjo (Angel). O quinteto era tutelado pelo carismático Charles Xavier, vulgo Professor X, um genial filantropo que, secretamente, também é um mutante com poderes telepáticos, porém aprisionado numa cadeira de rodas.
     Na sua isolada mansão nos arredores de Nova York, o Professor X ensina os seus pupilos a usarem os seus poderes em favor da Humanidade que os teme e odeia.  Ao contrário do seu ex-amigo Magneto que lidera uma fação mutante radical, Xavier e os seus X-Men acreditam ser possível uma coabitação pacífica entre o homo sapiens e o homo superior.
     Na verdade, um protótipo dessa história já tinha sido publicado quatro anos antes, pela própria Marvel, num conto ilustrado chamado “The mutants and me” na revista “Tales of Suspense” n° 6. Na trama dessa historieta de 1959 (editada por Stan Lee e desenhada por Joe Sinnott), um homem tenta convencer um amigo que mutantes com superpoderes estão infiltrados entre nós.
    As histórias iniciais dos X-Men, publicadas a partir de 1963, venderam satisfatoriamente. No final da década de 1960, porém, foram perdendo fôlego, a ponto de a revista passar a ser publicada bimestralmente. Essa situação só seria invertida em 1975 com o surgimento da segunda geração de X-Men pelas mãos de John Byrne, Roy Thomas, Chris Claremont e Dave Cokrun.
     Rejuvenescido, o grupo tornou-se um fenómeno de vendas, atingindo o clímax com sagas como "Fénix Negra" e "Dias de um futuro esquecido" que fizeram as delícias dos leitores e são, ainda hoje, marcos importantes na história do universo Marvel.
     Ao longo do tempo, os X-Men tiveram várias formações, nas quais tiveram lugar alguns criminosos mutantes regenerados como Vampira (Rogue) ou o próprio Magneto. Alguns dos seus integrantes também mudaram de nome. Foi o caso da Garota Marvel que deu lugar à Fénix e mais tarde à Fénix Negra.
     Primeira formação (1963): Anjo, Garota Marvel, Fera, Ciclope e Homem de Gelo.
    Segunda formação (1975): Wolverine, Tempestade, Colossus, Noturno, Solaris, Pássaro Trovejante e Banshee. Depois da morte do Pássaro Trovejante e da saída de Solaris entraram Ciclope, Fénix e Ninfa ( Kitty Pride, posteriormente rebatizada de Lince Negra).
     Terceira formação: Wolverine, Tempestade, Colossus, Noturno, Vampira, Ciclope e Kitty Pride.
     Quarta formação: Wolverine, Tempestade, Vampira, Cristal, Longshot, Destrutor e Psylocke.
     Após o episódio do “Rei das Sombras" (visto em X-Men nº 77, publicado pela editora Abril em março de 1995), a equipa foi dividida em duas: Equipa Azul, composta por Ciclope, Wolverine, Vampira, Gambit, Psylocke, Fera e Jubileu; e Equipa Dourada, formada por Jean Grey (ex-Fénix), Tempestade, Homem de Gelo, Arcanjo, Colossus e Bishop.
    Toda a franquia dos X-Men é construída sobre questões sociopolíticas. Os mutantes são vistos frequentemente como uma metáfora para minorias étnicas ou qualquer outro grupo oprimido — incluindo especificamente a segregação de afro-americanos, a discriminação contra homossexuais, o antissemitismo e o "medo dos comunistas". Além disso, a nível individual, alguns X-Men têm nos seus poderes uma metáfora do estereótipo de "estranho".  Um bom exemplo é Noturno, o teleportador germânico que, por detrás da sua aparência demoníaca, esconde um coração puro.
     As histórias dos X-Men contam com personagens de diversas etnias sendo, talvez o título mais multicultural alguma vez publicado pela Marvel. Este aspeto foi introduzido quando o título, que havia sido cancelado, foi retomado na década de 1970. O elenco (que, até então, contava apenas com mutantes americanos) foi diversificado, adicionando-se personagens dos quatro cantos do mundo.Temas relacionados ao status das minorias, incluindo assimilação, tolerância e crenças na existência de uma "raça superior" também foram retratados em histórias subsequentes do grupo.
     Os X-Men estiveram igualmente na génese de vários outros grupos mutantes seus derivados como X-Factor, X-Force ou os Novos Mutantes, entre outros.
     Os Filhos do Átomo expandiram-se para o cinema e para a televisão, incluindo algumas das mais bem-sucedidas séries animadas com X-Men: Animated SeriesX-Men: Evolution. O ano 2000 trouxe a aguardada estreia do primeiro filme dos pupilos de Xavier, dirigido por Bryan Singer (fã confesso de super-heróis que, em 2006, realizaria também "Superman Returns"). Seguiram-se duas sequelas (X-Men 2 e X-Men 3: The Last Stand, de 2003 e 2006 respetivamente). Em 2010, foi lançado um filme de Wolverine a solo e já este ano pudemos assistir a "X-Men: First Class" onde é revisitada a origem da equipa.
Os X-Men originais: Fera, Ciclope, Garota Marvel, Homem de Gelo e Anjo.
   
A 2ª geração de X-Men: Tempestade, Colossus, Wolverine, Ciclope, Banshee, Pássaro Trovejante, Solaris e Noturno.


Cartaz promocional de "X-Men 3: The Last Stand".




  

Sem comentários:

Enviar um comentário