clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

HERÓIS EM AÇÃO: OS CAMPEÕES


    
    
      Entre 1975 e 1978, Los Angeles teve, pela primeira vez, a sua própria equipa de super-heróis. Reunindo dois mutantes, um semideus, um vigilante sobrenatural e uma espia soviética, os Campeões foram um grupo pouco ortodoxo. Assim se explicando a sua curta carreira. Saibam agora como se juntou este lote de heróis improváveis:

Nome original: The Champions of Los Angeles
Criadores: Tony Isabella e Don Heck
Licenciador: Marvel Comics
Primeira aparição: Champions nº1 (outubro de 1975)
Composição: Anjo, Homem de Gelo, Hércules, Motoqueiro Fantasma e Viúva Negra. Mais tarde, Estrela Negra juntar-se-ia ao grupo e o Golias Negro tornar-se-ia membro honorário.
Base de operações: Los Angeles

      Com pompa e circunstância, os Campeões estrearam-se como a primeira superequipa de Los Angeles. A falta de liderança e de união entre os seus membros cedo traçou, porém, o seu destino.
       O grupo reuniu-se para travar o ataque lançado pelo deus Plutão ao campus da Universidade de Los Angeles onde Hércules e a deusa Vénus lecionavam na altura. O plano consistia em forçar ambos a casar com Hipólita e Ares, respetivamente com o objetivo de derrubar Zeus do trono do Olimpo.
       Com o auxílio dos antigos X-Men Anjo e Homem de Gelo, do demoníaco Motoqueiro Fantasma e da ex-espia soviética Viúva Negra, Hércules e Vénus conseguiram frustrar os planos de Plutão. Findo o conflito, Vénus regressou ao Olimpo enquanto Hércules resolveu permanecer na Terra ao lado dos seus novos aliados. Surgiam assim os Campeões. Os créditos pelo crisma da equipa são normalmente atribuídos ao argumentista e editor da Marvel Comics David Anthony Kraft. Contudo, a ideia de criar um grupo de super-heróis sediado em LA partiu do também argumentista Tony Isabella. Inicialmente, a equipa deveria integrar antigos X-Men (daí a inclusão do Anjo e do Homem de  Gelo, membros fundadores do grupo mutante) e o recém-criado Golias Negro. Este último, porém, teve direito a um título próprio pelo que Tony Isabella teve de reformular o conceito original.
Capa de Champions nº1 (1975).

       Face à insistência do editor Len Wein em que os Campeões contassem com, pelo menos, cinco integrantes, Isabella não teve outro remédio senão adicionar três personagens consagradas à equipa. Até ao último momento, o Capitão Marvel, Luke Cage e O Filho de Satã foram cogitados para ocupar a terceira vaga, antes de a mesma ser atribuída ao Motoqueiro Fantasma.
        Principiava assim a  efémera carreira dos Campeões nos comics: entre outubro de 1975 e janeiro de 1978, foram publicados apenas 17 números. Ao longo dos quais, o grupo, financiado por Warren Worthington III (alter-ego milionário do Anjo), enfrentou ameaças exóticas como os Supersoldados  criados pelo cientista louco Dr. Edward Lansing,  pseudo Sentinelas ou o Homem Titânio, entre outros. Pelo meio, outra heroína russa, Estrela Negra, juntar-se-ia aos Campeões que, todavia, sempre tiveram enormes dificuldades em funcionar como uma verdadeira equipa. Também o Golias Negro passou a colaborar ocasionalmente com a equipa como consultor científico.
Estrela Negra

        Um dos grandes equívocos em que os Campeões estiveram envolvidos foi quando tentaram travar o Hulk quando este procurava salvar Jennifer Walters (a futura Mulher-Hulk) que estava à beira da morte na sequência de uma transfusão sanguínea contaminada com radiação gama.
        No fundo, os Campeões foram os seus próprios maiores inimigos. O Motoqueiro Fantasma e Estrela Negra nunca foram aceites pelos seus companheiros; o Homem de Gelo era um herói renitente; Hércules não tinha eira nem beira e as tensões internas não tardaram a ditar o desmantelamento da equipa.
        Excetuando o Anjo, todos os restantes membros desistiram dos Campeões. Conservando a velha amizade que os unia, ele e o Homem de Gelo lutaram lado a lado em várias outras equipas (como os Novos Defensores e X-Factor). Hércules e a Viúva Negra tornaram-se amantes mas não tardaram a separar-se, embora ambos se tenham entretanto juntado aos Vingadores. Estrela Negra regressou à URSS e os Campeões perderam-se na memória dos fãs.
        Ainda houve, num passado recente, uma pouco convicta tentativa de reunir a equipa numa aventura da X-Force onde novamente frustraram os planos de Plutão. Não resultou. Mas todos sabemos que, nos comics, tudo é possível e, tal como na vida, nunca se deve dizer nunca...

Golias Negro

Sem comentários:

Enviar um comentário