clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

BDCINE APRESENTA: SUPER-HOMEM, O FILME

    
        A par dos super-heróis, o cinema é outra das minhas paixões. Por conseguinte, exulto sempre que esses dois mundos se encontram (embora, convenhamos, isso nem sempre resulte em casamentos felizes). Se a última década foi pródiga em megaproduções baseadas nas mais variadas personagens da banda desenhada, a verdade é que nem sempre foi assim. Durante muito tempo, os comics e a 7ª arte andaram de costas voltadas. A falta de meios, de imaginação e de interesse por parte de Hollywood assim o ditou.
       Foi, com efeito, preciso esperar até 1978 para assistir à estreia do primeiro filme de super-heróis decente. Nesse ano, nas salas de cinema de todo o mundo, estreou Superman, the movie que como slogan promocional perguntava: "Acredita que um homem pode voar?" .
       Ofuscando um elenco de estrelas consagradas, Christopher Reeve (1952-2004), até então um ilustre desconhecido, deu corpo ao Homem de Aço. Aclamado pela crítica, Superman, the movie foi também um retumbante sucesso de bilheteira.  O que ditou o lançamento de quatro sequelas (incluindo Superman Returns de 2006). Iniciava-se assim uma lucrativa franquia. Para gáudio dos fãs, Hollywood descobriu finalmente o filão dos super-heróis
       Ainda hoje, o primeiro filme do Super-homem é uma das minhas adaptações favoritas de super-heróis ao grande ecrã. Revi vezes sem conta (e sempre com a mesma emoção) algumas das cenas mais impressionantes do filme, como a primeira aparição pública do Homem de Aço, salvando Lois Lane em pleno ar e sustendo a queda de um helicóptero apenas com uma mão.
       Foi portanto com naturalidade que escolhi Super-homem, o filme (como por cá foi batizado) para inaugurar esta nova rubrica inteiramente dedicada às produções com super-heróis no grande e também no pequeno ecrã. Nela darei a conhecer filmes, telefilmes, séries televisivas e de animação protagonizadas por algumas das personagens mais populares dos comics. Certo de que a  minha avaliação pecará  por subjetiva, apenas classificarei contudo material que conheço.
       Senhoras e senhores, ocupem os vossos lugares porque a sessão vai começar...

Título original: Superman, The Movie
Ano: 1978
País: Estados Unidos da América
Duração: 143 minutos
Realizador: Richard Donner
Argumento: Mario Puzo
Elenco: Christopher Reeve (Clark Kent/Superman), Gene Hackman (Lex Luthor), Margot Kidder (Lois Lane), Marlon Brando (Jor-El)
Orçamento: 55 milhões de dólares
Receita: 300 milhões de dólares
Sinopse: O filme começa com a condenação do general Zod e dos seus cúmplices ao degredo eterno na Zona Fantasma e com estes a jurarem vingança a Jor-El, o seu carcereiro (premissa para Superman II sobre o qual também aqui falarei). Proibido de abandonar o moribundo planeta Krypton, Jor-El decide enviar Kal-El, o seu único filho, para a Terra, a bordo de uma nave experimental. Chegado ao nosso mundo, o pequeno Kal é adotado pelo casal Johnatan e Martha Kent que o criam como um filho sem contudo lhe revelarem a sua verdadeira origem. Ao atingir a maioridade, e depois de descobertos os seus superpoderes, o jovem Clark perde o pai adotivo, vítima de enfarte. Seguindo o chamado de um misterioso cristal encontrado a bordo da nave que o trouxe à Terra, Clark parte rumo ao Ártico onde assiste estupefacto à construção da Fortaleza da Solidão e onde finalmente descobre a sua origem.
Marlon Brando como Jor-El.
Lex Luthor (Gene Hackman).

Lois Lane (Margot Kidder).
              Após uma intensa preparação, Clark estabelece-se em Metrópolis onde começa a trabalhar como repórter no jornal Daily Planet. É lá que conhece Lois Lane que o batizará de Super-homem. Lex Luthor, génio do crime que tinha em marcha um plano megalómano, atrai o Homem de Aço ao seu covil. Revela-lhe então ter na sua posse dois mísseis nucleares que pretende usar para separar a Califórnia do resto dos EUA. Salvo de uma armadilha mortal com kryptonita pela curvilínea assistente de Luthor, o Super-homem parte no encalço dos dois mísseis mas, mesmo com a sua supervelocidade, apenas consegue neutralizar um deles. O outro detona causando efeitos devastadores e a morte de Lois Lane.
             Inconformado, o Último Filho de Krypton ignora o aviso de Jor-El para jamais interferir na história da humanidade e voa ao redor da Terra em supervelocidade, forçando o planeta a girar em sentido inverso e faz o tempo voltar atrás. Depois de deixar Lois sã e salva, o Super-homem entrega Luthor e o seu comparsa Otis às autoridades.
              O filme encerra com a bela imagem do Homem de Aço a voar em órbita da Terra ao som da magnífica banda sonora de John Williams (que também produzira a de Star Wars um ano antes) e com o anúncio de Superman II.

Prémios e indicações: Óscar dos Melhores Efeitos Visuais (1979); foi nomeado para o Óscar de melhor banda sonora, melhor edição e melhor som; Christopher Reeve venceu o BAFTA na categoria de ator protagonista mais promissor; em 1980 conquistou um Grammy para Melhor Banda Sonora.
Curiosidades:
- Por uma aparição de apenas 10 minutos no filme, Marlon Brando recebeu 4 milhões de dólares;
- Steven Spielberg chegou a receber um convite para dirigir o filme. Entretanto, o alto salário pedido por ele assustou os produtores, que resolveram esperar como se sairia nas bilheteiras o seu mais novo filme, Tubarão, e depois propor uma redução do valor. Com o sucesso do filme, eles desistiram da ideia;
- Para conseguir uma musculatura convincente (depois de ter recusado usar um fato com enchumaços), Christopher Reeve fez um trabalho especial supervisionado por David Prowse, o ator que interpretou Darth Vader em Star Wars;
- Enquanto gravava Superman, The Movie, Richard Donner gravava em simultâneo o segundo filme da série;
- Depois de vários castings falhados, os produtores resolveram apostar num ator desconhecido para encarnar o Homem de Aço no grande ecrã.

Minha classificação: 79%
Para muitos, Christopher Reeve foi "o" Super-homem.

     

6 comentários:

  1. Parabéns pela nova rubrica. Deves ter mais feed-back com esta rubrica. Quem nunca viu um filme de super-heróis? Toda a gente vai ao cinema, ler é mais dificil...
    Em relação ao post propriamente dito, adorei. Foi escrito com sentimento :).

    ResponderEliminar
  2. Nunca vi o filme completo, só algumas cenas. Mas quando pensamos em Super-Homem, em quem pensamos? Lógico, Christopher Reeve.

    ResponderEliminar
  3. Estás sempre a tempo de ver na íntegra esse clássico do cinema e, já no próximo ano, teremos a estreia do tão aguardado "Superman: Man of Steel". Embora conceda o benefício da dúvida a Henry Cavill e não me tenha desagradado a prestação de Brandon Routh em Superman Returns, Christopher Reeve será sempre "o" Super-homem.

    ResponderEliminar
  4. Este foi um daqueles filmes que vi e revi em Vhs na Infância/adolescência,em conjunto com o 2 são os melhores dai em diante é tudo fraquinho. ;X

    ResponderEliminar
  5. Xana se tiveres Tv cabo é só gravar no Hollywood. :)

    ResponderEliminar
  6. Concordo com a tua avaliação relativamente aos filmes do Homem de Aço, Optimus Prime. Na minha modesta opinião, Superman II superou o primeiro. Já Superman III e Superman IV são intragáveis. De Superman Returns esperava um pouco mais do que um mero tributo ao filme original de 1978. Ainda assim, todos eles merecerão destaque nesta nova rubrica. ;)

    ResponderEliminar