clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

HERÓIS EM AÇÃO: HOMEM DE FERRO



 
 
     Sob uma reluzente armadura de alta tecnologia, esconde-se um ser humano com várias fraquezas. Membro fundador dos Vingadores. o Homem de Ferro é um dos mais poderosos e carismáticos heróis dentro e fora dos quadradinhos, à beira de completar meio século de existência. 
 
Nome original: Iron Man
Primeira aparição: Tales of Suspense nº39 (março de 1963)
Criadores: Stan Lee, Larry Lieber, Don Heck e Jack Kirby
Licenciadora: Marvel Comics
Identidade civil: Anthony Edward "Tony" Stark
Local de nascimento: Long Island, Nova York
Parentes conhecidos: Howard e Maria Stark (pais falecidos), Edward Stark (tio falecido) e Morgan Stark (primo)
Base de operações: Nova York
Filiação: Vingadores (membro fundador), Indústrias Stark, SHIELD, Thunderbolts.
Poderes e habilidades: Dotado de um Q.I. muito acima da média, Tony Stark é um génio inventivo, especializado na criação de armamento tecnologicamente vanguardista. Entre outros recursos ofensivos e defensivos, a armadura-padrão do Homem de Ferro inclui raios repulsores com elevado poder destrutivo, geradores sónicos, mini-mísseis, um gerador de campos eletromagnéticos e um maçarico laser embutido no dedo indicador de cada luva. A armadura pode ainda gerar automaticamente um campo elétrico para rechaçar ataques de natureza diversa. Graças aos seus poderosos servomotores, a armadura fornece força sobre-humana ao seu usuário, bem como a capacidade voar a velocidade Mach 8, propulsionada pelos jatos incorporados nas botas. Dispõe ainda de uma vasta gama de sensores internos e externos, radar, sonar, suprimento de oxigénio, rádio, magnetoscópio, etc. Na sua versão mais recente, o traje consegue levantar cem toneladas de peso (quando na máxima potência) e possui um campo defletor.

A primeira aparição do Homem de Ferro em Tales of Suspense nº39 (1963).

 
Em Tales of Suspense nº48 o Homem de Ferro surgiu pela primeira com as cores vermelha e dourada que ainda hoje usa.
 

Biografia: Filho de um magnata industrial fundador das Indústrias Stark, Tony herdou a genialidade inventiva do pai. Desde tenra idade que se sentia fascinado pela construção de máquinas e outros dispositivos. Aos 15 anos foi precocemente admitido no MIT, onde cursou Engenharia Eletrónica. Quatro anos e duas pós-graduações depois, Tony começou a trabalhar na empresa paterna, tendo, contudo, revelado uma maior apetência pela boémia do que pelos negócios.
                  Aos 21 anos, Tony herdou inesperadamente o império industrial construído pelo pai, na sequência de um acidente de viação que vitimou os seus progenitores. Foi com relutância que o jovem bilionário assumiu o legado paterno, que via como um fardo do qual tudo faria para se livrar.
                  Anos depois, Tony supervisionou pessoalmente no Vietname um teste de campo de um dos equipamentos militares por ele desenvolvido. Acabou, porém, raptado por guerrilheiros vietcongues que pretendiam obrigá-lo a construir-lhe armamento avançado. Durante a refrega, uma mina terrestre explodiu, cravando um fragmento metálico no peito de Tony, a escassos centímetros do seu coração.
                  Transportado para a base secreta dos guerrilheiros, Tony teve como companheiro de cela um renomado físico chinês, também ele mantido em cativeiro. Sabendo que não sobreviveria muito tempo com o fragmento metálico alojado no peito, Tony, auxiliado pelo outro cientista, construiu uma armadura que projetara antes da sua viagem ao Vietname.  Dotado de um gerador de campo magnético, o traje blindado impediria que o pedaço de metal atingisse o coração de Tony. Usando a sua nova invenção para se evadir, Tony não conseguiu, porém, evitar que o seu cúmplice fosse morto pelos guerrilheiros. Sedento de vingança,  Tony arrasou a base, antes de ser finalmente resgatado por militares norte-americanos. Entre estes estava James Rodhes, com quem Tony encetou uma amizade duradoura e a quem ofereceu emprego nas Indústrias Stark.
                   De volta a casa, Tony descobriu que o fragmento metálico alojado no seu peito não poderia ser removido sem o matar. Obrigado a usar permanentemente a placa peitoral da armadura - que necessitava de ser recarregada  regularmente - a vida do herdeiro das Indústrias Stark tornou-se um verdadeiro tormento. Contudo, Tony manteve a sua condição em segredo. Ao mesmo tempo que mergulhava numa espiral autodestrutiva, marcada pelo alcoolismo e por tendências suicidas.
                   Valeu-lhe o apoio e o afeto da sua noiva à época, Joanna Nivena. Depois de lhe ter revelado a sua condição e a vida dupla que levava, Tony foi encorajado por Joanna a usar a armadura no combate ao crime. Só então o Homem de Ferro saiu da obscuridade para se tornar num heroico cavaleiro dos tempos modernos.
                   Nem tudo foram rosas, porém: consciente de que Tony nunca seria o marido e homem de família que ela desejava, Joanna cancelou o casamento e desapareceu da sua vida para sempre.
                   Em resultado disso, Tony tornou-se ainda mais obstinado e empenhou-se em aperfeiçoar a sua armadura, concebendo sucessivas versões da mesma. Para manter secreta a sua identidade, apresentou publicamente o seu alter ego blindado como sendo o seu guarda-costas.
Dos primórdios à atualidade: as múltiplas versões da armadura do Vingador Dourado.
 
                   Entretanto, Tony Stark desempenhou um duplo papel na formação dos Vingadores: o de patrocinador e o de membro-fundador (como Homem de Ferro).
                   Posteriormente, Tony estaria também envolvido na fundação da SHIELD, uma super-agência secreta antiterrorista. O Homem de Ferro, no dealbar da sua carreira heroica, enfrentava, de acordo  com o espírito da época, vilões conotados com a ameaça soviética: Viúva Negra (a bela espia do KGB entretanto regenerada), Homem de Titânio e Dínamo Escarlate eram apenas alguns dos exemplos.
                  As suas primeiras histórias estavam, com efeito, fortemente marcadas por temáticas relacionadas com a Guerra Fria: espionagem industrial, corrida armamentista, paranoia anticomunista, etc. Por esse motivo, ao longo dos anos, a sua origem tem sido sucessivamente revista e atualizada. Assim, na década de 1990 a primeira  Guerra do Golfo substituiu o conflito no Vietname como cenário de fundo. Já neste século, a narrativa foi transferida para o Afeganistão. No entanto, a premissa original que  levou à construção da armadura, assim como a colaboração do cientista chinês que Tony conheceu no cativeiro, mantiveram-se inalterados.
                  A propósito da conceção do Vingador Dourado, Stan Lee disse certa vez que quis criar uma personagem que encarnasse a quintessência do capitalismo, tendo-se inspirado principalmente no magnata Howard Hughes. Surgiu assim a ideia de um playboy genial, egocênctrico e obscenamente rico, mas que carregava dentro de si um segredo que lhe dilacerava a alma. Os criadores do Homem de Ferro, quiseram, em suma, criar um herói blindado com pés de barro.
       
A mais recente versão da armadura do Homem de Ferro emprega nanotecnologia.
 
Noutros media: Foi na série animada de 1966 The Marvel Super Heroes que o Vingador Dourado fez a sua estreia fora dos quadradinhos. Ao longo dos quase cinquenta anos de existência, o herói tem marcado presença em várias outras produções do género, ora na qualidade de protagonista, ora como coadjuvante.
                           Nos últimos anos participou igualmente em diversos filmes de animação com a chancela da Marvel, quase sempre integrado nos Vingadores (Ultimate Avengers 1 e 2, por exemplo).
                           Num filme dirigido por Jon Favreau e com Robert Downey Jr. no papel principal, o Homem de Ferro teve direito à sua primeira adaptação ao cinema em 2008. Na esteira do sucesso obtido por Iron Man, seguiu-se uma sequela (Iron Man 2) em 2010. Já este ano, o herói enfrentou Loki e uma invasão extraterrestre ao lado dos restantes Vingadores numa megaprodução para o grande ecrã. Foi entretanto anunciada a data oficial da estreia do terceiro filme a solo do Vingador Dourado: Iron Man 3 chegará aos cinemas de todo o mundo a 3 de maio de 2013, já com Shane Black sentado na cadeira do realizador, mas ainda com Robert Downey Jr. a envergar a armadura.
 
O primeiro filme do Homem de Ferro estreou em 2008.
 
 

Iron Man 2 (2010) contou com participação especial da Viúva Negra, numa espécie de prólogo para o filme dos Vingadores.
 
 


3 comentários:

  1. Gosto muito deste herói, é humano mas quando é preciso o herói ele aparece.
    Excelente post. ;)

    ResponderEliminar
  2. Eu amo muito esse personageme muito obrigada por me cerdermais informações Adorei :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ingrid.
      É sempre gratificante saber que os textos aqui publicados foram de alguma utilidade para alguém, sobretudo quando esse alguém se encontra do outro lado do Atlântico. Eu é que agradeço por seguires o meu modesto blogue. Espero continuar a merecer a tua atenção futuramente.

      Eliminar