clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

segunda-feira, 22 de julho de 2013

BD CINE APRESENTA: X-MEN ORIGENS: WOLVERINE





     Na semana em que chega aos cinemas portugueses o segundo filme do Wolverine, recordemos a primeira aventura a solo no grande ecrã do mutante mais carismático dos quadradinhos.
 
 
Título original: X-Men Origins: Wolverine
País: EUA
Ano: 2009
Duração: 107 minutos
Realização: Gavin Hood
Argumento: David Benioff e Skip Woods
Elenco: Hugh Jackman (Logan/Wolverine), Liev Schreiber (Victor Creed/Dentes-de-sabre), Danny Huston (Coronel William Stryker), Lynn Collins (Raposa Prateada), Ryan Reynolds (Wade Wilson/Deadpool) e Taylor Kitsch (Remy LeBeau/Gambit)
Orçamento: 150 milhões de dólares
Receitas: 373 milhões de dólares

A ferocidade de Wolverine faz dele um dos super-heróis mais populares.
 
Sinopse: Neste primeiro spin-off da trilogia cinematográfica dos X-Men, acompanhamos a história de Logan desde a sua infância no Canadá, quando faz uma surpreendente descoberta sobre a sua herança genética, ganhando um irmão no processo. Anos depois, vemos Logan e Victor Creed a combaterem lado a lado na Guerra da Secessão americana, em ambas as Guerras Mundiais e na Guerra do Vietname. Nesta última, são sentenciados à morte pelo assassínio de um oficial superior. Pena que é, todavia, anulada quando ambos aceitam integrar uma força-tarefa ultrassecreta ao serviço do governo canadiano.
     Quando os seus alvos passam a incluir civis inocentes, Logan deserta da equipa e refugia-se nas Montanhas Rochosas canadianas, passando a partilhar a sua vida com uma doce nativa chamada Raposa de Prata.
     Posto ao corrente pelo Coronel Stryker - seu ex-comandante -  de que alguém tem vindo a eliminar os antigos membros da força-tarefa, Logan descobre que o carrasco é o seu próprio irmão que, entretanto, assassina Raposa de Prata.

Wolverine versus Dentes-de-sabre: um duelo mortal entre irmãos.
 
    Jurando vingança, Logan aceita participar num perigoso experimento científico tutelado pelos militares, acabando por ter o seu esqueleto revestido por um metal virtualmente indestrutível denominado adamantium.
   Traído por Stryker, Logan - agora atuando sob o codinome Wolverine - parte no encalço do seu sanguinolento irmão, decidido a detê-lo de uma vez por todas. Para isso contará com a ajuda de outros mutantes com quem se cruza, entre os quais Gambit, um sedutor ladrão de origem francesa.
   Antes porém de confrontar Stryker e Dentes-de-sabre, Wolverine terá de se haver com Deadpool, um mutante dotado de formidáveis habilidades e mentalmente instável.

Antes de dar vida ao Lanterna Verde no cinema, Ryan Reynolds encarnou Deadpool.
 
Curiosidades:
* Os realizadores Zack Snyder (Watchmen, Homem de Aço) e Bryan Singer (X-Men 1 e 2, Super-Homem, o regresso) recusaram o convite para assumirem a direção do primeiro filme a solo de Wolverine;
* Gambit, um dos mais populares membros dos X-Men na BD, faz a sua primeira aparição no grande ecrã, depois de terem corrido rumores de que teria uma pequena participação em X-Men 2 (2003);
* Liev Schreiber tomou parte no projeto a convite de Hugh Jackman, seu amigo de longa data. Inicialmente cogitado para o papel de Coronel William Stryker, o ator mostrou-se mais interessado em dar vida ao implacável Dentes-de-sabre (se bem que, ao longo de todo o filme, ele nunca seja chamado dessa forma);
* Com "X-Men Origens: Wolverine", Hugh Jackman igualou o recorde de longevidade de um ator a interpretar um super-herói no cinema, até então detido por Christopher Reeve, que assumiu o manto do Super-Homem em quatro ocasiões;
* O blusão  castanho e laranja usado por Wolverine em várias sequências do filme é uma clara homenagem ao uniforme em tempos usado pelo herói nos quadradinhos;
* O casal idoso que ajuda Logan é composto por James e Heather Hudson, identidades civis, respetivamente, de Víndix e Guardiã, membros da Tropa Alfa, outro grupo de meta-humanos criado pelo governo canadiano;
* Entre os vários jovens mutantes libertados na reta final da película, alguns são facilmente identificáveis: o rapaz com a língua bífida é o Sapo, ao passo que o adolescente que pula no interior de uma das jaulas é Mercúrio, filho de Magneto e irmão da Feiticeira Escarlate.
 
Da esq. para a dir.: Deadpool, Gambit, Wolverine, Dentes-de-sabre e Raposa Prateada
 
Veredito: Não sendo uma absoluta deceção, esta primeira longa-metragem a solo de Wolverine também está longe de encher as medidas aos espectadores mais exigentes (aqueles que não se satisfazem com um cortejo de sequências de ação, pautadas por uma violência primeva e onde sujeitos  berram a plenos pulmões, por vezes sem motivo aparente).
     Estamos, com feito,  perante um filme facilmente"esquecível que, ainda assim, garante uma razoável dose de entretenimento. Do registo mais sério imprimido pelo realizador Bryan Singer nos dois primeiros filmes dos X-Men nem sinal, reduzindo X-Men Origens: Wolverine a uma banal película de ação, alimentada por elevados níveis de adrenalina e testosterona.
    De lamentar ainda a superficialidade da abordagem feita ao passado de uma das mais complexas personagens dos quadradinhos.
    Oxalá a sequela seja melhor (não que seja propriamente difícil...).

 


1 comentário:

  1. Gostei do filme, embora não seja um grande filme. Espero que tenha sido apenas um ensaio para o próximo filme do Wolverine que estreia no próximo dia 25.
    Excelente post.

    ResponderEliminar