clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

HERÓIS EM AÇÃO: HULK




    Qual é a coisa qual é ela que é grande, verde e tem muito mau feitio? Não, não é o Sapo Cocas de ressaca. A resposta correta é: o incrível Hulk. E refiro-me ao original e verdadeiro, não à imitação barata (e platinada) que joga num certo clube nortenho.
     Incompreendido e solitário, o Golias Esmeralda nem sempre foi, porém, verde e já integrou várias equipas de superseres. Lê o artigo abaixo e descobre tudo o que sempre quiseste saber sobre um dos maiores ícones da mitologia Marvel.

Criadores: Stan Lee e Jack Kirby
Primeira aparição: The Incredible Hulk nº1 (maio de 1962)
Licenciador: Marvel Comics
Identidade civil: Robert Bruce Banner
Família conhecida: Brian e Rebecca Banner (pais falecidos), Elizabeth "Betty" Ross Banner (esposa falecida), Jennifer Walters (prima que, para quem não sabe, é a Mulher-Hulk sobre quem falarei em momento oportuno)
Filiação: Os Vingadores (membro fundador), Defensores, Panteão, Os Cavaleiros do Apocalipse, O Novo Quarteto Fantástico, etc.
Base de operações: móvel
Poderes e habilidades: Hulk possui força física potencialmente ilimitada e amplificada pela fúria. Além de virtualmente indestrutível, dispõe também de velocidade e resistência mental muito acima dos níveis médios humanos. A sua regeneração celular espontânea é considerada o melhor fator de cura do universo Marvel. É ainda muito resistente à magia e possui a capacidade de comunicar com formas astrais.

    Dando continuidade à revolução nos quadradinhos inciada com o lançamento do Quarteto Fantástico, a dupla maravilha Stan Lee/Jack Kirby apresentou ao mundo, em 1962, uma criatura com tanto de extraordinária como de selvática, de sua graça Hulk cujo alter-ego era um brilhante físico nuclear chamado Robert Bruce Banner. Qualquer semelhança com a história  de "O Médico e o Monstro" de Robert Louis Stevenson não é mera coincidência. Não foi porém apenas nesse clássico da literatura que os criadores de Hulk se inspiraram. Também o filme "Frankenstein", de James Whale, influenciou a origem e o aspeto da personagem, bem como o Golem da mitologia judaica.
      Depois de desenvolver uma poderosa bomba  para o exército norte-americano, o Dr. Bruce Banner foi exposto a uma elevada dose de radiação gama no dia do teste da mesma. E tudo porque um adolescente imprudente, chamado Rick Jones, invadira o campo de testes momentos antes de a bomba deflagrar no subsolo. Para o salvar, Banner atirou-o para uma vala mas foi apanhado pelas ondas de radiação decorrentes da explosão. Banner não só sobreviveu milagrosamente como também ganhou um amigo para a vida. 
      Nessa noite, porém, uma assombrosa transformação ocorreu: o franzino Banner deu lugar a uma criatura grotesca de força sobre-humana mas com o intelecto de uma criança. Com efeito, nas suas primeiras histórias, o Hulk só aparecia à noite. Mas logo a transformação passou a ocorrer sempre que Banner se irritava, libertando assim o seu lado mais selvagem.
     Com a ajuda de Rick Jones, Banner manteve a sua identidade em segredo e conseguiu escapar à perseguição dos militares que desejavam usar Hulk como arma. Esta relação hostil com os militares prolongar-se-ia durante grande parte da vida do cientista e do seu monstruoso alter-ego.
      Outra curiosidade tem a ver com a cor original do Hulk que era cinzenta e não verde. Devido a problemas de impressão (a gráfica não conseguia acertar com a tonalidade), o Hulk surgia esverdeado nas páginas dos comics e foi assim que se tornou o Golias Esmeralda. No início da década de 1990,  essa versão cinzenta ressurgiria. Mais fraco porém mais inteligente, esse Hulk cinzento recebeu o nome de Senhor Tira-Teimas(!) no Brasil quando ainda era publicado pela Abril Jovem.

Inicialmente, Hulk era cinzento.

       Selvagem e irracional, o Hulk é acima de tudo uma força da Natureza pelo que não é talhado para trabalhar em equipa. Não obstante, foi membro fundador dos Vingadores e integrou vários outros grupos de super-heróis como os Defensores ou o novo Quarteto Fantástico, ainda que fugazmente.
       A luta constante de Bruce Banner para controlar o Hulk deu os seus frutos quando o cientista conseguiu conservar o seu intelecto aquando da transformação. Após um breve período de consagração heroica, deu-se a separação de ambos e o Hulk tornou-se um monstro furioso que quase destruiu Nova York, a despeito dos esforços de vários heróis para detê-lo. Em desespero, o Doutor Estranho enviou o gigante para outra dimensão.
       Dos muitos momentos pertubadores da sua vida, a morte de Betty Ross foi talvez o mais traumático uma vez que tanto Banner como Hulk a amavam. Outro capítulo sombrio ocorreu quando o Hulk foi levado até um possível futuro totalitário onde o Golias Esmeralda era um brutal tirano chamado Maestro. Forçado a enfrentar esta versão maligna de si mesmo, Hulk acaba por matar o déspota, não sem antes ouvir a profecia de que seu destino é  tornar-se o Maestro.
       Hulk também fez muito sucesso em filmes feitos para a TV. Entre 1977-82 foi exibida a famosa série televisiva com Bill Bixby (Dr. Banner) e Lou Ferrigno (Hulk). Já antes, em 1966, o êxito de uma série animada de 13 episódios permitira o relançamento da personagem depois de a sua revista ter sido cancelada ao cabo de seis números. De ressaltar que esse facto não derivou de más vendas mas sim do desejo da Marvel de lançar um novo título do Homem-aranha, tendo para isso de cancelar outro. Isto porque, na altura, quem distribuía os títulos da editora era a arquirrival DC que impunha uma quota máxima para os mesmos.
        Já neste século,  foram produzidos dois filmes do gigante verde. Em ambos, utilizou-se um Hulk virtual, gerado por computador, mas a parte do Dr. Banner foi interpretada por atores de carne e osso: Eric Bana no primeiro filme (2003) e Edward Norton no segundo (2008). Este último já tinha expressado interesse em participar no filme de 2003, mas foi preterido. Ferrigno, por sua vez, fez uma pequena aparição no primeiro filme e emprestou a voz à criatura no segundo.
       Em 2012, Hulk (com Mark Ruffalo a representar agora Bruce Banner), alinhará ao lado do Capitão América, Thor e Homem de Ferro na longa-metragem "The Avengers".
<><><><>
À falta de efeitos especiais, Lou Ferrigno era pintado de verde para
interpretar Hulk na famosa série dos anos 70/80.
Nos dois filmes do gigante verde, Hulk foi gerado por computador.