clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

GALERIA DE VILÕES: SENHOR SINISTRO



   Na Inglaterra vitoriana, um excêntrico geneticista obcecado com as teorias darwinistas aceita tornar-se acólito de Apocalipse. Surgiu assim o Senhor Sinistro, cujo grau de poder e de perversidade fazem dele um dos mais temíveis arqui-inimigos dos X-Men.

Nome original da personagem: Mister Sinister
Primeira aparição: Uncanny X-Men #221 (setembro de 1987)
Criadores: Chris Claremont (história) e Marc Silvestri (arte)
Licenciadora: Marvel Comics 
Identidade civil: Nathaniel Essex
Local de nascimento: Londres, Reino Unido
Parentes conhecidos: Mary Essex (mãe), Rebecca Essex (esposa falecida), Adam Essex (filho falecido), Claudine Renko (filha clonada), N2, Hans, Xraven e Madelyne Prior (criações)
Filiação: Ex-membro do Projeto Arma X e da Academia Real das Ciências de Londres; líder e fundador dos Carrascos; líder dos Cavaleiros de Apocalipse;
Base de operações: O Sr. Sinistro tem à sua disposição uma vasta rede de bases secretas espalhadas pelo globo
Armas, poderes e habilidades: Em consequência da bioengenharia nele operada por Apocalipse, o Sr. Sinistro possui um amplo espectro de poderes e habilidades. Ao longo dos anos, o vilão tem também usado material genético de mutantes para obter  dons adicionais aos que lhe foram concedidos pelo seu mentor. Dentre esse impressionante cardápio destacam-se os seguintes:

- controlo molecular do seu corpo (permitindo-lhe assumir qualquer forma que desejar);
- fator de cura acelerada (graças ao qual regenera, quase instantaneamente, ossos quebrados ou tecidos orgânicos danificados);
- força, velocidade, resistência e durabilidade sobre-humanas;
- telepatia (a que recorre para projetar os seus pensamentos a distâncias consideráveis, bem como para controlar mentalmente outros indivíduos, quando na sua presença);
- telecinesia (que usa para levitar e manipular psionicamente pessoas, objetos e determinados tipos de energia);
- rajadas concussivas (que tanto podem ser disparadas pelas suas mãos, olhos ou pela marca em forma de diamante que lhe adorna a testa);
- campos de força (poderosos o suficiente para, quando erguidos pelo vilão, repelirem ataques de natureza diversa);
- imortalidade (embora relativa, esta característica advém da imunidade do Sr. Sinistro a doenças e aos efeitos do envelhecimento, somada ao seu fator de regeneração acelerada)

   Complementarmente a tudo isto, o Sr. Sinistro, além de um bem treinado combatente, possui um intelecto superior. Geneticista supremo, é igualmente um exímio cirurgião e engenheiro mecânico.

Um vilão saído de um pesadelo distorcido.


Fraquezas: Residem em alguns traços da sua personalidade as maiores fraquezas do Sr. Sinistro. Desprovido de emoções ou sentimentos, não olha a meios para atingir os seus fins. Assume-se, porém, em primeiro lugar, como um cientista apostado em criar condições para que a humanidade atinja todo o seu potencial. Razão pela qual, num punhado de ocasiões, se aliou aos heróis para neutralizar qualquer ameaça que prejudicasse esse desígnio.
   Arrogante e prepotente, espera sempre total obediência às suas diretivas. O que, obviamente, nem sempre acontece. Por desprezar o trabalho sujo, Sinistro prefere manobrar a partir das sombras. Facto que acaba frequentemente por comprometer os resultados dos seus maquiavélicos planos.

Planos sinistros de uma mente diabólica.

Histórico de publicação: Cansado de usar sempre Magneto, ora sozinho ora adjuvado pela sua Irmandade de Mutantes, como principal antagonista dos X-Men,  em meados dos anos 1980, o escritor Chris Claremont decidiu conceber um novo e poderoso vilão para as histórias dos Filhos do Átomo.
   Na sequência de diversas reuniões com Dave Cockrum (desenhador e cocriador de alguns dos X-Men de segunda geração, falecido em 2006), vingou a ideia de criar um vilão cuja aparência sinistra seria por si só suscetível de infundir medo aos seus oponentes. Um passado enigmático e um elevado nível de poder foram os outros dois ingredientes da receita que serviu de base à conceção daquela que se tornaria uma personagem ímpar nos meandros do Universo Marvel.
   A primeira referência ao Senhor Sinistro foi feita por Dentes-de-Sabre em Uncanny X-Men #219 (julho de 1987). No decurso da saga Mutant Massacre (Massacre dos Mutantes, publicado na 1ª série de X-Men da Abril), o estrante vilão foi identificado como o líder dos Carrascos (Marauders no original), a quem ordenara a chacina dos Morlocks que habitavam os túneis subterrâneos de Nova Iorque. Na edição seguinte, a X-Man Psylocke captaria telepaticamente uma imagem difusa do Sr. Sinistro na mente do Dentes-de-Sabre.
  Seria, no entanto, preciso esperar mais um mês para, nas páginas de Uncanny X-Men #221, Sinistro fazer enfim a sua triunfal primeira aparição.

A estreia de Sr. Sinistro não mereceu destaque na capa de Uncanny X-Men #221 (1987).

  Ainda com poucos detalhes conhecidos acerca da sua origem, Sinistro desempenharia um papel proeminente em Inferno (saga dos X-Men publicada originalmente no biénio 1988-89). Sendo então revelado que o vilão clonara Madelyne Pryor a partir de Jean Grey, com o propósito de que ela concebesse um filho em conjunto com Ciclope. Este, por sua vez, ficaria a saber que fora manipulado desde a infância por Sinistro.  
   No culminar de uma batalha travada com os X-Men e o X-Factor, o Sr. Sinistro seria aparentemente morto por uma rajada ótica de Ciclope.
    Sem grande surpresa o vilão, reapareceria, em 1992, nas páginas de X-Factor, determinado a infernizar a equipa de heróis mutantes composta pelos X-Men originais. Quatro anos volvidos, em 1996, a sua origem seria finalmente revelada em The Further Adventures of Cyclops and Phoenix (As Aventuras de Ciclope e Fénix, minissérie editada nesse mesmo ano no Brasil pela Abril). Dentre as várias revelações bombásticas vindas então a lume, destacava-se a descoberta de que o Sr. Sinistro seria na realidade um geneticista do século XIX que fizera um pacto com o mutante Apocalipse para se tornar virtualmente imortal. Foi igualmente convencionado que Sinistro criara Nathan Summers (o viajante temporal conhecido como Cable, filho de Ciclope e Madelyne Pryor) para derrubar Apocalipse.
   Já este século, foi também finalmente revelada a ligação existente entre o Sr. Sinistro e o antigo X-Man Gambit. Durante o Massacre dos Mutantes, o mutante francês fizera parte dos Carrascos, guiando-os através dos túneis subterrâneos até ao santuário dos Morlocks. Recebendo agora do seu ex-patrono o composto químico que neutralizava a mutação genética induzida pelos Skrulls como parte do seu plano de infiltração na Terra.

Antes de se unir aos X-Men, Gambit serviu o Sr. Sinisto.
   Depois de ter escapado uma vez mais à morte, transferindo a sua consciência e poderes para uma máquina que deveria garantir a sua ressurreição -  se não fosse pela sabotagem levada a cabo por Gambit e Sebastian Shaw -, o Sr. Sinistro desapareceu sem deixar rasto. No seu lugar surgiria então uma sua versão feminina. Crismada de Senhorita Sinistra (Miss Sinister em Inglês),  tratava-se na realidade de um clone produzido pelo vilão para dar  continuidade ao seu legado. Temporariamente usada como hospedeira do seu criador, a Senhorita Sinistra acabaria imolada para que ele ressuscitasse.

A Senhorita Sinistra teve vida curta.

   Adotando o visual de um aristocrata vitoriano,  nos últimos anos o Sr. Sinistro recuperou protagonismo no Universo Marvel. Durante o arco de histórias Avengers versus X-Men (Vingadores versus X-Men, minissérie publicada pela Panini Comics no Brasil em 2013) foi revelada a existência de uma cidadela subterrânea construída pelo vilão sob São Francisco. Habitada exclusivamente por clones do próprio, bem como de outros mutantes célebres, como Dentes-de-Sabre, Ciclope ou Mística, era uma réplica quase exata da Londres do século XIX, que  Sinistro considerava o expoente máximo de civilização. Tanto a cidadela como os seus habitantes seriam. contudo, incinerados pela Força Fénix, depois de Sinistro  ter tentado capturar a entidade para usar o seu imensurável poder em proveito próprio.
 Sobrevivendo ao desastre, Sinistro ressurgiu recentemente na Latvéria (nação fictícia governada pelo Doutor Destino), apostado em assenhorar-se das amostras genéticas de Loki em posse de Victor Von Doom. Objetivo: clonar o Deus da Trapaça para o usar como servo. Veria, no entanto, os seus planos frustrados pela intervenção de uma versão púbere do próprio Loki.

Nathaniel Essex (Earth-616) from Marvel War of Heroes 001
Primus inter pares.
      
Biografia: Devido ao seu envolvimento em assuntos relacionados com os mutantes, o Senhor Sinistro é frequentemente tomado por um. Tendo inclusivamente sido classificado como mutante de Nível Alfa, grau que preside à escala de poder dos homos superior. Trata-se, todavia, de um humano geneticamente modificado por intermédio de sofisticadas técnicas de bioengenharia.
  Quando criança, ao visitar uma das zonas abastadas de Londres, Nathaniel Essex ficou fascinado com o aspeto saudável e elegante dos transeuntes que por lá passeavam. Aos seus olhos tratavam-se de exemplos de pureza genética, predestinados a contribuírem para a evolução da humanidade.
  À medida que os anos passavam, crescia a sua obsessão pelas teorias evolucionistas de Charles Darwin. O jovem Essex considerava, no entanto, que o autor de A Origem das Espécies  estava demasiado espartilhado por princípios ético-morais. Por conseguinte, em 1859, recém-doutorado em Biologia, Essex apresentou à comunidade científica as suas revolucionárias teorias genéticas. Consistindo o seu maior sonho no aprimoramento da espécie humana por via da manipulação genética.
   Embora reconhecido  por muitos dos seus pares como o maior génio científico da sua geração, as teses de Essex foram consideradas excessivas e radicais. Fazendo dele um homem perigoso aos olhos de outros. Nada que o demovesse de aprofundar a sua pesquisa. A qual ganhou novo impulso após a morte do seu filho de quatro anos, Adam Essex, em resultado de diversas malformações congénitas, mormente ossos quebradiços e hemofilia.

Nathaniel Essex 0001
 Dr. Nathaniel Essex, um evolucionista radical. 
   Ateu convicto, Essex depositava uma fé cega nos postulados de Darwin, acreditando, com fervor religioso, que a humanidade se encontra em permanente mutação devido à ação do que ele designou por Fatores Essex no genoma dos homos sapien. Sustentava também que, na descendência de certos espécimes geneticamente superiores, esses elementos serviriam, no espaço de aproximadamente um século, de catalisadores para um enorme salto evolutivo em alguns ramos da espécie humana. Teses impiedosamente ridicularizadas pelos outros membros da Academia Real das Ciências. Instituição de que Essex seria banido após a descoberta de que realizara secretamente experiências pouco ortodoxas.
   Para aumentar ainda mais o vexame do cientista caído em desgraça, o próprio Darwin sugeriu que Essex estaria transtornado em consequência do trauma causado pela morte do filho. Cáustico, Essex retorquiu que, se transformar-se num monstro seria o preço a pagar pelo progresso da Ciência, estaria mais do que disposto a tornar-se num.
  Depois de travar conhecimento com Cootie Tremble, Essex seria levado para o subsolo da capital britânica onde os Carrascos mantinham cativos indigentes, dementes e todo o tipo de párias da sociedade. Os quais serviriam doravante de cobaias aos seus experimentos científicos.
  Uma vez desperto, o mutante imortal En Sabah Nur (nome de batismo de Apocalipse) ordenou aos Carrascos que o levassem até ao Dr. Essex. Dominado como nunca pelas suas obsessões, este exumara o cadáver do seu filho a fim de usá-lo em mais uma das suas aterradoras experiências. Ao tomar conhecimento dessa macabra operação, Rebecca Essex, a  estarrecida esposa do cientista, deu-lhe a escolher entre o casamento de ambos ou a prossecução do seu trabalho. Apesar da gravidez de Rebecca, Essex hesitou na sua decisão.
   Abordado por En Sabah Nur, que lhe expressou o seu interesse nas pesquisas que vinha desenvolvendo, o Dr. Essex aceitaria aliar-se a ele. Mais tarde reconsideraria, porém, esta decisão.
  Disposto a renunciar à sua vida como cientista, Essex voltou para casa na expectativa de reconstruir a sua família. Apenas para descobrir que, durante a sua ausência, Rebecca libertara todas as suas cobaias, entrara em trabalho de parto prematuramente, agonizando agora, moribunda. Devastado, o cientista implorou pelo perdão da mulher que, contudo, lho negou antes do seu derradeiro suspiro. Momentos antes pronunciara palavras que se revelariam proféticas: Já não te reconheço. Aos meus olhos transformaste-te num ser sinistro.
    Essex voltaria então a procurar En Sabah Nur, comunicando-lhe que aceitava a sua proposta. Sem perda de tempo, o mutante egípcio ordenou-lhe que criasse uma praga que eliminasse a fraqueza existente no mundo, no que seria um prelúdio do nascimento de Pestilência, o primeiro dos quatro Cavaleiros do Apocalipse. Como recompensa pelo seu trabalho, Essex foi dolorosamente transformado por En Sabah Nur num ser imortal de aparência medonha e dotado de habilidades telecinéticas. A pedido do seu mestre, Essex renunciou à sua antiga identidade, assumindo o nome de Senhor Sinistro e tornando-se assim o lugar-tenente de Apocalipse.

Criado sob o signo do Apocalipse.
   Contudo, nas décadas que seguiram, temendo o poderio de Apocalipse, o Sr. Sinistro afadigou-se na sua demanda por um mutante poderoso o suficiente para fazer frente ao seu mestre. Isto enquanto continuava a coletar o ADN de incontáveis humanos e mutantes para a sua gigantesca base de dados genética.
  Por fim, Sinistro compreendeu que a combinação dos genes de Scott Summers e de Jean Grey daria origem ao mutante supremo capaz de levar a melhor sobre Apocalipse. À época, porém, Jean Grey servia de hospedeira à Força Fénix, o que a tornava incontrolável. Decorrente desse facto, o vilão produziria um clone da heroína mutante. O seu plano consistia em usar essa cópia genética para seduzir Ciclope (que Sinistro considerava um mutante superior) daí resultando um filho. Para seu grande desapontamento, o processo de clonagem foi, porém, malsucedido. Acabando o clone esquecido no seu tubo de incubação até, que anos depois, aquando da morte da Fénix Negra, uma faísca da Força Fénix lhe concedeu acidentalmente vida, renovando assim o interesse de Sinistro.

Madelyne Pryor como Rainha dos Duendes na saga Inferno.

  Recebendo do seu criador o nome de Madelyne Pryor e um conjunto de memórias falsas, o clone partiu em busca de Scott Summers com a missão de ser fecundada por ele. Daí resultando o nascimento de Nathan Summers (nome que Sinistro induziu Madelyne a escolher). E cujo poder era de tal ordem que a sua vinda ao mundo acordou Apocalipse da sua hibernação.
  Antes, porém, que Sinistro pudesse manipular o infante, Madelyne Pryor descobriu a sua verdadeira origem e traiu o seu criador, unindo-se ao demónio Nastirth após entregar o pequeno Nathan ao cuidados do pai e de Jean Grey (que, afinal, não morrera).
   Intuindo a ameaça que a criança poderia representar para ele, Apocalipse apressou-se a infetá-la com um vírus tecno-orgânico. Não restando a Scott Summers outra opção que não enviar o filho para o futuro onde seria curado, tornando-se o viajante temporal conhecido como Cable.

Cable, o predestinado verdugo de Apocalipse.
     
Noutros media: No Top 100 dos Melhores Vilões de Sempre dos Quadradinhos, organizado pelo IGN, o Senhor Sinistro quedou-se num respeitável 29º lugar. Em 2008, aquando da divulgação no site oficial da Marvel Comics da lista dos dez melhores antagonistas dos X-Men, o vilão classificou-se na 6ª posição.
 Com tão elevados índices de popularidade, não é de admirar que o Sr. Sinistro haja rapidamente extrapolado o circuito dos comics, passando a figurar em toda a sorte de merchandising associado à Casa das Ideias: séries animadas, jogos de vídeo, brinquedos, etc.
 A sua primeira incursão no pequeno ecrã verificou-se na série de animação X-Men: The Animated Series (1992-97). A exemplo da história original, o vilão surgia retratado como um cientista obcecado com a genética de Scott Summers e de Jean Grey.
 Depois de ter sido equacionada a produção de uma sua série animada a solo (projeto prontamente cancelado), o vilão marcaria presença num episódio de Wolverine and the X-Men (2009). Esta versão apresentava, porém, uma importante cambiante, com Sinistro a ser apresentado como um homo superiror em vez de um humano geneticamente modificado.
  Embora sem direito ainda a uma transposição para o cinema, Nathaniel Essex é um dos nomes contidos nos ficheiros do computador de Lady Letal invadido por Mística em X-Men 2 (2003). Há também a expectativa de que lhe sejam feitas referências no próximo filme dos heróis mutantes (X-Men: Age of Apocalypse, com estreia marcada para o próximo ano).