clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

HERÓIS EM AÇÃO:THOR





    Filho de Odin. Príncipe de Asgard. Deus do Trovão. Conhecido tanto pela sua bravura quanto pela sua arrogância, Thor foi exilado na Terra pelo próprio pai, para aprender a viver como um mortal. Uma lição de humildade que não mais esqueceu.
 
 
Nome original: Thor
Primeira aparição (Idade do Ouro): Venus nº11 (novembro de 1950)
Primeira aparição (Idade da Prata): Journey Into Mistery nº83 (agosto de 1962)
Criadores:  Stan Lee e Larry Lieber (história) e Jack Kirby (arte)
Licenciadora: Marvel Comics
Identidade civil: Thor Odinson (em tempos usou também o nome Donald Blake)
Local de nascimento: uma caverna algures na Noruega
Parentes conhecidos: Odin Borson (pai), Gaea (mãe), Frigga (madrasta), Loki Laufeyson (irmão adotivo) e Balder Odison (meio-irmão)
Filiação: Deuses de Asgard e Vingadores (membro fundador)
Base de operações: Asgard e Nova Iorque
Armas, poderes e habilidades: Além de ser o homem mais poderoso de toda a Criação, Thor consegue também manipular energia cósmica. Armado com o seu inseparável Mjolnir,o martelo de guerra forjado com o metal Uru, ele consegue abrir portais que lhe permitem viajar através do tempo e do espaço, assim como controlar os elementos a seu belo prazer.
       Dentre as suas extraordinárias capacidades destacam-se ainda:

* força, resistência,velocidade e longevidade sobre-humanas;
* imunidade divina;
* autossustento;
* poder de voo (proveniente do Mjolnir);
*controlo da Terra (capacidade de provocar sismos, avalanchas e outros fenómenos telúricos)

      Soma-se a isto o facto de o Filho de Odin ser um guerreiro experimentado, fruto dos incontáveis combates travados ao longo dos séculos, fazendo dele um oponente formidável capaz de ombrear com outros seres de enorme poder.

Thor é umas das personagens mais poderosas do Universo Marvel
 
História de publicação: A versão moderna do Deus dos Trovão foi apresentada nas páginas de Journey Into Mistery nº83 (1962). Desenvolvida por Stan Lee, pelo seu irmão Larry Lieber e por Jack Kirby, esta era substancialmente diferente da versão primitiva da personagem introduzida nos números 11, 12 e 13 de Venus, título publicado pela Casa das Ideias em plena Idade do Ouro dos Quadradinhos.
       Em 2002, numa entrevista concedida por Stan Lee para assinalar o 40º aniversário da criação de Thor, este descreveu assim a origem do conceito: "Como é que fazemos alguém mais forte do que a pessoa mais forte? Fazemos dele um deus. Sabia que os leitores já estavam bastante familiarizados com os deuses da mitologia greco-romana, Talvez fosse divertido explorar agora a mitologia nórdica. Até porque eu imaginava os deuses nórdicos como vikings, com as suas longas barbas loiras, capacetes adornados com chifres e sempre sedentos de batalhas. Journey Into Mistery precisava de um novo elã e eu escolhi Thor para estrelar a revista. Depois de escrever um rascunho da história com as personagens que tinha em mente, pedi ao meu irmão (Larry Lieber) que escrevesse o argumento, visto que eu não tinha tempo para tal. A escolha de Jack Kirby para ilustrar a história afigurou-se-me natural."

A fulgurante estreia do Deus do Trovão em Journey Into Mistery nº83 (1962).
 
      Em virtude do sucesso da nova personagem, um ano depois, em setembro de 1963, Lee e Kirby transpuseram-na para as páginas de Avengers nº1, dando-lhe o estatuto de membro fundador dos Vingadores.
      Em 1966, Journey Into Mistery foi renomeado Thor. E quando, em 1970, Kirby abandonou a série, foi substituído por Neal Adams. No entanto, Adams desenhou apenas duas edições, cabendo a John Buscema assumir a arte do Deus do Trovão nos oito anos seguintes. Também Stan Lee deixou de escrever as histórias do herói pouco depois da saída de Kirby. Seguiram-se vários autores, entre os quais Len Wein e Roy Thomas. Seria este último a introduzir nas suas histórias diversos elementos da mitologia nórdica, aproximando Thor da sua contraparte divina e afastando-o em definitivo do modelo de super-herói.

Membro fundador dos Vingadores, Thor esteve desde sempre ligado à equipa.
 
Biografia: Thor é filho de Odin (soberano do reino extradimensional chamado Asgard) e de Gaea (também conhecida como Jord), sua homóloga de Midgard (o nome pelo qual a Terra é conhecida entre os Asgardianos).
      Odin desejava ter um filho cujo poder derivasse desses dois reinos e, por isso, acasalou com Gaea. De seguida criou uma caverna, algures na Noruega, para que a sua consorte pudesse dar à luz o primogénito.
       Poucos meses após o seu nascimento, Thor foi levado pelo pai para Asgard. Frigga, esposa de Odin, criou o petiz como se de um filho seu se tratasse. Por conseguinte, só muitos anos mais tarde o Deus do Trovão descobriria a identidade da sua mãe biológica.
       O jovem Thor foi criado em conjunto com Loki, seu irmão adotivo. Este era filho do rei dos Gigantes de Gelo, Laufey, morto em batalha por Odin. Loki sempre invejou o seu irmão. Com o passar dos anos, a inveja deu lugar à raiva e a um enorme desejo de matar Thor. Assim nasceu uma inimizade que atravessou eras.
      Com apenas oito anos, Thor foi enviado por Odin a Nidavellir, a terras do Anões, tendo por missão pedir a dois dos seus senhores que construíssem três tesouros para o soberano de Asgard. Entre esses três tesouros, estava o martelo Mjolnir, forjado no metal Uru. Odin lançou então vários encantamentos sobre o Mjolnir. Um deles impedia que o martelo fosse erguido por alguém que não possuísse um coração puro. Odin prometeu entregá-lo a Thor no dia em que este, pelas suas ações nobres,  provasse ser merecedor dele. Isto levou a que, nos anos seguintes, Thor se empenhasse em fortalecer-se fisicamente, de modo a poder portar o Mjolnir.


Thor, Odin e Loki: trindade divina
       Quando completou dezasseis anos, e depois de vários atos heroicos, Thor, juntamente com os seus amigos Balder e Sif, foram enviados por Odin numa jornada que tinha como propósito ensinar-lhe aquilo de que realmente precisava para ser digno de receber o Mjolnir: um coração puro.
       Armado com o martelo encantado, Thor tornou-se no mais bravo guerreiro de Asgard. Era lendária a sua coragem em batalha. O jovem deus também se enamorou de Sif. Quando ela foi raptada pelos Gigantes da Tempestade e acabou como prisioneira de Hela (a deusa da morte na mitologia nórdica), Thor não hesitou em oferecer a própria vida em troca da libertação da amada. Impressionada pelo altruísmo do filho de Odin, Hela resolveu conceder a liberdade a ambos.
      Desse momento em diante, contudo, o Deus do Trovão tornou-se cada vez mais arrogante, declarando guerra aos Gigantes de Gelo e a outros inimigos do Reino Dourado. Exasperado, Odin decidiu que o filho carecia de uma lição de humildade. Depois de lhe exigir a devolução do Mjolnir, o soberano de Asgard exilou Thor na Terra.

A arrogância de Thor valeu-lhe o exílio na Terra.
 
       Sem memória da sua verdadeira origem e identidade, Thor veio para o nosso mundo sob a forma de um jovem e aleijado estudante de Medicina de seu nome Donald Blake. Foi dessa forma que aprendeu o valor da humildade e da vida.
      Ao fim de uma década, já como um reputado cirurgião, Donald Blake foi secretamente sugestionado por Odin a passar umas férias na Noruega. Lá, deparou-se com uma equipa de reconhecimento alienígena que preparava uma invasão da Terra. Tentado escapar das criaturas, Blake adentrou uma caverna. Tratava-se, sem que o soubesse, da mesma caverna onde, milénios antes, Thor nascera e onde Odin depositara, sob a forma de um cajado de madeira, o Mjolnir.
       Encurralado no interior da caverna devido a um enorme pedregulho que obstruíra a saída, Blake, enfurecido, bateu com o cajado no rochedo. Ato contínuo, transformou-se no Deus do Trovão. O que lhe permitiu remover o pedregulho e neutralizar os extraterrestres.
       Thor recuperou o seu poder, mas não as suas memórias. Ignorava portanto a sua vida passada como Príncipe de Asgard. Apenas alguns anos mais tarde Odin lhe revelaria a sua verdadeira origem, bem como o motivo do seu exílio no nosso mundo. Período durante o qual o Deus do Trovão desenvolveu fortes afinidades com os humanos. Facto decorrente, por um lado, da sua herança materna e, por outro, da sua admiração pelos mortais. Para isso contribuiu o seu amor por Jane Foster, uma modesta enfermeira que trabalhou com Donald Blake.
       Odin, no entanto, não aprovava a relação do seu filho com uma mortal, tendo recusado diversos pedidos deste para que concedesse a imortalidade a Jane Foster.
       Quando Thor resolveu revelar a sua verdadeira identidade à amada, Odin removeu-lhe temporariamente os poderes. O romance entre o Deus do Trovão e Jane Foster terminaria, contudo, por outros motivos. Em resultado disso, Thor e Sif reataram o namoro.
       Mercê das manipulações do seu meio-irmão Loki, Thor juntou-se a vários outros super-heróis terrestres para deter o Hulk. Foi assim que se tornou membro fundador dos Vingadores, grupo ao qual se manteve, quase ininterruptamente, ligado até hoje.

Thor e Sif: amor guerreiro.
      
          
Noutros media: Figura de proa do Universo Marvel e ocupando a 14º posição no Top 100 dos Melhores Heróis dos Quadradinhos De Todos Tempos do site IGN, desde muito cedo Thor alargou a sua influência a outros media. Em 1966 teve direito a um segmento próprio (composto por treze episódios) na série animada The Marvel Super Heroes. Ao longo das décadas seguintes teve várias participações especiais em diversas séries de animação estreladas por outros heróis do Universo Marvel, não voltando contudo a dispor de uma série própria.
          A sua estreia no cinema remonta a 1988, no telefilme O Regresso do Incrível Hulk, que procurava dar sequência à série televisiva da década anterior. Nele, Thor e Donald Blake surgem separados, cabendo a Eric Allan Kramer interpretar o primeiro e a Steve Levitt o segundo.

Donald Blake e Thor frente a frente em O Regresso do Incrível Hulk (1988).

          Em 2011 chegou às salas de cinema de todo o mundo a primeira longa-metragem do Deus do Trovão, agora interpretado por Chris Hemsworth. Thor, a exemplo das peliculas estreladas pelo Capitão América, Hulk e Homem de Ferro, abriu caminho para o filme Os Vingadores (2012).
         Chris Hemsworth reassumirá o manto do Deus do Trovão em Thor: O Mundo das Trevas (com estreia nacional a 31 de outubro) e em Os Vingadores: A Idade de Ultron (com estreia prevista para meados de 2015).

Chris Hemsworth deu vida a Thor no filme homónimo e em Os Vingadores.