clique aqui e encontre um template com a sua cara - template for blogger»

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

NÉMESIS: VENOM


 
     Na vasta galeria de vilões do Homem-Aranha (que porventura só terá paralelo na do Batman), figuram várias personagens sinistras e ao mesmo tempo fascinantes. Venom, o simbionte alienígena que durante algum tempo usou Peter Parker como hospedeiro, é, sem dúvida, uma delas. Saibam mais sobre este inimigo mortal do herói aracnídeo.

Nome original: Venom
Primeira aparição (como uniforme negro do Homem-Aranha): Secret Wars nº8 (1984)
Primeira aparição (como Eddie Brock/ Venom): Amazing Spider-man nº 299 (1988)
Criadores: David Michelinie e Todd McFarlane
Licenciador: Marvel Comics
Identidade civil: Edward "Eddie" Charles Brock (atualmente Anti-Venom) e Mac Gargan (anteriormente conhecido como Escorpião).
Parentes conhecidos: Carl e Jamie Brock (pais), Anne Weying (esposa falecida que durante algum atuou como a versão feminina de Venom).
Base de operações: Nova Iorque
Poderes e habilidades: Uma vez instalado no sistema nervoso central do seu hospedeiro, o simbionte alienígena dota-o com todos os poderes do Homem-Aranha, o seu primeiro hospedeiro conhecido. Assim, quem quer que se una à criatura passa a poder escalar paredes e a dispor de um " sentido de aranha" que o alertará para qualquer perigo iminente. Passará também a ter força, velocidade e agilidade sobre-humanas. A isto acresce a capacidade de mudar de forma e de produzir uma substância semelhante a uma teia altamente resistente e flexível, composta por polímeros orgânicos. Por vezes, o simbionte consegue absorver disparos feitos a partir de armas de pequeno porte. É, todavia, vulnerável a ataques sónicos e térmicos.
Na sua atual versão, Venom é canibal.

Biografia: O que começou por ser uma arrojada mudança de visual do Homem-Aranha, acabaria por se tornar num dos seus maiores pesadelos. Com efeito, tudo começou quando, durante a lendária saga Secret Wars, o aranhiço rasgou o seu uniforme tradicional no decurso de uma batalha no planeta criado pelo omnipotente Beyonder.  Antes que pudesse substituir o fato danificado, o Homem-Aranha libertou acidentalmente um misterioso simbionte alienígena que assumia a forma de um líquido negro e viscoso. Embora alertado pelo seu "sentido de aranha", o herói aracnídeo permitiu que a criatura lhe cubrisse o corpo e lhe providenciasse um novo uniforme e um novo símbolo, inspirados nos envergados pela nova Mulher-Aranha. Para surpresa do Cabeça de Teia, a nova vestimenta providenciava um suprimento de teias aparentemente inesgotável.
               De volta à Terra, Peter Parker deleitava-se com os recursos do novo uniforme até começar a sentir-se exausto e começar a ter pesadelos. Decidiu então pedir a ajuda do Senhor Fantástico para analisar a vestimenta. Foi assim que descobriu que, na realidade, se tratava de um parasita extraterrestre que desejava fundir-se definitivamente ao seu hospedeiro e que frequentemente controlava o seu corpo durante a noite, daí resultando a sua exaustão. O Sr. Fantástico descobre igualmente as fraquezas da criatura: som e fogo. Com a ajuda do Tocha Humana, conseguiram separar o simbionte de Peter Parker. A criatura, porém,  escapa e só algum tempo depois Peter consegue desenvencilhar-se dela de uma vez por todas. O que só foi possível graças à sua enorme força de vontade e coragem. Peter arriscou a própria vida ao expor o simbionte ao som ensurdecedor dos sinos de uma igreja.  O esforço deixou Peter inanimado e à mercê da criatura. Esta, porém, poupou a vida do seu antigo hospedeiro. Mas guardou grande rancor pela rejeição de Peter, o qual transmitiu a todos os hospedeiros subsequentes.

O começo de uma nova era em Secret Wars nº8.
                Eddie Brock, um ex-repórter caído em desgraça após ter fabricado uma notícia desmentida pela ação do Homem-Aranha, foi o novo hospedeiro escolhido pelo simbionte. A criatura foi atraída pelo ódio que ambos nutriam pelo escalador de paredes. Brock, a quem fora entretanto diagnosticado um cancro, torna-se assim no primeiro Venom e não olha a meios para se vingar do Homem-Aranha, que culpava pela sua desgraça.
               Em diversas ocasiões Venom derrotou o Homem-Aranha em combate, mas optou sempre por lhe poupar a vida apenas pelo prazer de o poder continuar a atormentar.

Venom vs Homem-Aranha: duelo mortal.

               Com o passar do tempo, Brock usou esporadicamente os poderes do simbionte para agir como um vigilante, lutando em várias ocasiões lado a lado com o seu némesis aracnídeo. Depois do Homem-Aranha ter ajudado Brock a salvar a sua ex-mulher, Ann Weying, os dois decidem fazer uma trégua. Apenas temporária, contudo, pois termina com o suicídio de Ann.
               Cansado da sede de sangue do simbionte, Brock começa a rejeitá-lo. Este, por seu lado, está insatisfeito com o facto de o seu hospedeiro estar doente. Brock acaba assim por vender a criatura  num leilão onde participam vários outros supervilões. O feliz contemplado é Mac Donald "Mac" Gargan, o Escorpião. O novo Venom é, porém, facilmente derrotado no seu primeiro confronto com o aranhiço. Suspeita-se que porque Mac Gargan não o odiava com a mesma intensidade do seu antecessor.
               Gargan junta-se aos Thunderbolts, equipa com a missão de capturar os Vingadores Secretos. Pelo meio, descobre que o Governo lhe colocou implantes eléctricos com o objetivo de manter Venom sob controlo. Ao contrário do seu predecessor, que dominava o simbionte, a personalidade de Gargan é quase totalmente sobrepujada pela do parasita que alberga. Deste facto resulta, entre outras coisas, o canibalismo do novo Venom.
               Além dos três hospedeiros acima referidos, o simbionte já usou vários outros, incluindo mulheres: Ann Weying, Patricia Robertson e a Miss Marvel.
               Fora dos comics, Venom já marcou presença em várias séries de animação estreladas pelo Homem-Aranha: Spider-Man Unlimited, The Spetacular Spider-Man, etc. Embora no cinema só se tenha estreado em 2007 como um dos vilões de serviço em Spider-Man 3 (interpretado por Topher Grace), Venom esteve quase a ter direito a um filme próprio anos antes onde seria retratado como um anti-herói e teria como antagonista Carnificina.
Topher Grace foi Venom em Spider-Man 3.